Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Palmas para ti, campeão, que bem mereces!

por Jorge Santos, em 08.05.22

fcp campeao.jpg

  O FC Porto foi o melhor! Caso contrário, dificilmente chegava à frente desta longa caminhada que é o campeonato maior do futebol português. E teve de ser mesmo muito forte, mais até do que em outras ocasões , uma vez que contou com um adversário direto forte, a jogar muito bem, com grande competência e  qualidade - o Sporting. A pertinácia de Amorim transfigurou, para muito melhor,  o clube de Alvalade; um digno rival que não permitiu simples deslize ao FC Porto. O que mais valoriza o título dos portistas. Ao Benfica faltou chama e qualidade e, ao Braga, consistência competitiva. 

 Eu sei que não é fácil para um certo "lobby" de comentadores, herdeiro dos velhos "sábios" lisboetas, quer nas TV´s quer na imprensa, darem a esta vitória o mérito mais do que justo. Alguns, porque têm de fazê-lo, viram de um lado, viram do outro, falam de mudanças para o futebol luso, do VAR, do árbitro, do jogador que sai a custo zero, do treinador que devia aproveitar para sair, e, depois, lá vão dando merecimento ao trabalho dos jogadores do FC Porto, com constrangimento, irritação, "má cara". Alguns até estão "corados", vejam lá bem! O que era um feudo da capital para os seus antepassados, tratavam o FC Porto como os "simpáticos rapazes do norte" ( iam perdendo, à justa, mas iam perdendo!), foi sendo perdido a partir de 78/79. Aqueles que ganhavam de vez em quando, passaram a perder de vez em quando. E os "filhos" dos "doutos comentadores de outrora", aceitam a derrota com dificuldade e nem se preocupam em disfarçar. E, muitas vezes, as hostilidades desportivas são devidas também, note-se, também, a uma linguagem agressiva por parte dos "sábios independentes" e de alguns, note-se, alguns, jornalistas. Destes, lamento profundamente. Quanto aos "adeptos de café" investidos em estrelas televisivas, o melhor é não dar grande atenção. Valem zero. 

  Mas o hoje é de alegria para o universo portista. E para quem viu pela primeira vez, como eu, o FC Porto ganhar o campeonato em 78/79 e uma festa rija, mas que se restringiu, quase em exclusivo à mítica Avenida dos Aliados (pouco mais), ver agora festa em todo país  e mesmo fora dele, apercebe-se de um crescimento exponencial  que sempre levou consigo, rumo ao êxito, a cidade que lhe dá nome. E uma enorme felicidade enche os corações "azuis-e-brancos".

  O FC Porto foi, algumas vezes, ao longo da época, beneficiado por arabitragens desastradas e "VARES" desatentos? Foi! E prejudicado pelos mesmos? Também! Os adversários directos terão vivido situação diferente? Sim! Quer o Sporting quer o Benfica e mesmo o Braga passaram por momentos iguais: benefícios e prejuízos.  Feito o balanço, é sempre o melhor que ganha.Entenda-se benefício e prejuízo como incompetência de árbitros e outros poderes do futebol.

                                                 

xico conceiçao mais futebol.jpg

 Muita gente merecia destaque nesta hora. No meu caso, apesar de correr o risco de estar a ser injusto, refiro poucos. Sérgio Conceição pelo rigor, liderança, paixão, competência, saber e capacidade de improvisação. Ficar sem dois jogadores essenciais a meio ( Luíz Díaz e Sérgio Oliveira) e conseguir dar a volta à situação, revela grande capacidade e competência para descobrir situações altenativas. E ganhar 3 campeontatos em 5 não é para todos! No FC Porto ou em outro  qualquer clube. Destaco os jogadores: um grupo coeso, dedicado, de qualidade, em que titulares e suplentes sempre souberam dar a estabilidade necessária nas diferentes fases da época. Souberam "ser Porto!" Sempre! E os adeptos! Em claque ou a "solo", tiveram  a coragem de apontar erros, discutir diferentes pontos de vista, sem nunca hipotecarem os momentos essenciais em que teria de imperar a união e o apoio à equipa. E assim foi. Quando o FC Porto jogava, as diferenças de opinião esbatiam-se, e o apoio era total. Total!

 Três vertentes unidas, essenciais para a saborosa vitória. E seria injusto não referir neste momento, duas figuras que estão sempre presentes. Pinto da Costa, claro; em espírito, José Maria Pedroto.  Obreiros do "novo" FC Porto. Os mais jovens que não conheçam a obra do Mestre Pedroto, deviam pesquisar e conhecer. Desse modo, vão perceber o porquê do rol de sucessos do futebol e da filosofia que se entranhou no clube, tansformando-o nuns dos maiores do Mundo em qualidade futebolística. Para perceber Sérgio Conceição é conveniente conhecer a obra de Pedroto. Foi este quem tirou os "medos" a uma equipa que, quando ia a Lisboa jogar, passava ponte da Arrábida já a perder por 2-0. "Como nós, um de nós" o feliz slogan também se adequa ao nosso velho, mas eterno, mister Pedroto.

  E a minha queria Maria Amélia Canossa! Deixou-nos este ano! Lembrá-la neste momento é incontornável. Também ela, "como nós, uma de nós."

"Oh, meu Porto, onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal.
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal."

Viva o FC Porto! Parabéns, campeões!

( E aqui vai, com uma lagrimazita a cair.....)

                                 

 

                                                              

sergio conceição campeão.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:34


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D



Favoritos